Killzone 3 Open Beta

by

Hoje tive a sorte de estar com tédio o suficiente para fazer downloads de demos de jogos aleatórios na PlayStationNetwork. Minha intenção era baixar a demo de Gran Turismo 5, mas acabei baixando Killzone 3 Open Beta, porque um banner chamou minha atenção para a sua página de download.

O banner na página principal da PSN se devia à recém liberação do Open Beta, que ocorreu dia 3 de fevereiro.

Enquanto o download progredia, tive memórias da péssima recepção que os primeiros Killzone tiveram. Não lembro ao certo do Killzone 2, mas sei que o primeiro teve um hype muito grande. Diziam que seria o Halo da Sony. Infelizmente, em seu lançamento, ainda em 2004, o hype só serviu para espalhar mais rapidamente a fama negativa de “decepção do ano”.

Na época, eu joguei Killzone como um jogo normal. Nunca achei um jogo ruim, só não era um triple-A. Com a essa mesma expectativa, concluí o download de Killzone 3. Instalei e iniciei o jogo. A tela do menu principal me pareceu bem tosca e simples — talvez por causa do preconceito disseminado pelo Killzone 1. Tentei iniciar uma partida Online, que resultou em uma mensagem de erro de conexão. Pra ser sincero, ainda no menu principal, já estava arrependido de ter baixado o jogo.

Desisti do Multiplayer e escolhi Botzone, onde poderia jogar contra os BOTs (personagens com inteligência artificial). Após o pequeno loading, o jogo iniciou. Antes do meu respawn, eu deveria escolher classe do personagem e armas. Apenas apertei X para confirmar a configuração padrão. Movimentei o personagem por alguns segundos e pensei “whoa, gráficos bonitos”.

Acontece que, depois de tanto preconceito, quebrei a cara com um jogo que vai ganhar 8+ em muitos sites e revistas especializadas.

Achei a movimentação do personagem e da câmera/mira muito boas. Estou acostumado com a câmera e movimentação de Fallout 3, que deixa a desejar. A mira de Killzone 3 é leve e tem sensibilidade muito bem acertada nos sticks do controle DualShock 3. Ela responde bem quando o stick é levemente pressionado em qualquer direção. E também responde bem quando o stick é pressionado fortemente, para viradas bruscas.

Os gráficos não deixam a desejar. Não sei se é porque estou acostumado com os jogos de 2008, mas Killzone 3 está bonitão. O efeito motion-blur acontece quando a câmera se movimenta, as sombras são muito bem definidas, não senti lag devido ao processamento gráfico.

Os personagens sangram realisticamente: quando alguém cai morto, a poça de sangue vai se formando aos poucos. A iluminação e as texturas são bonitas.

Apenas um mapa está disponível no Open Beta. E eu esqueci o nome. Mas é na neve, disso eu lembro. Existem 3 modos de jogo, sendo que um deles, chamado Warzone, é uma mistura de todos os modos. “Como assim?” você me pergunta. É simples: sempre que um objetivo é concluído, outro objetivo é dado ao seu time, sem o término da partida. É possível, inclusive, matar os adversários enquanto o objetivo ainda nem foi dado. Nesse modo, a batalha nunca para.

Existem classes como Infiltrator, Medic, Marksman, Engineer, Tactician. Cada classe tem pelo menos duas skills. No Open Beta, todas as skills já estão liberadas. Mas no jogo final, elas deverão ser liberadas atravez de pontos adquiridos nas partidas. Armas também são destravadas da mesma forma, além de seguir regras de patente.

Depois de jogar a Killzone 3 a tarde toda, dei uma averiguada na internet para ver qual é a reação do público. Percebi que o hype já está crescendo novamente. Mas dessa vez eu tenho certeza que ninguém vai se desapontar como no primeiro Killzone, porque todos têm a oportunidade de jogar o Open Beta antes de tirar conclusões precipitadas.

Tags: , , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: