Os Mestres do Jogo

by

À primeira vista, um livro que aborda o tema “videogames” pode parecer fraco, sem conteúdo relevante ou, na pior das hipóteses, infantil – afinal, “são só joguinhos”. Aqueles que não participam da cultura do entretenimento eletrônico certamente nunca verão além destas definições. Já os que entendem a importância social e econômica dos videogames e os apreciam, estão mais propensos à aceitação de um livro com tal tema.

Os Mestres do Jogo conta, em 498 páginas, a história da Nintendo desde sua criação, em 1889, até sua consolidação como a maior empresa na indústria dos videogames, na década de 90. A maneira como o autor, David Sheff, escreve deixa claro que este não é um livro “para crianças”, que para muitos são os únicos que jogam. Tanto a linguagem refinada quanto o foco econômico mostram que o livro é para aqueles que querem entender a fundo como a pioneira dos videogames surgiu.

Mas o livro não trata só de economia. As personalidades mais importantes da história Nintendo têm suas vidas resumidas, dando um toque literário a Os Mestres do Jogo. Não se pode dizer que a vida dos personagens é descrita com detalhismo literário, mas as histórias de vida dessas pessoas são contadas com fluência digna de biografia, o que torna a leitura muito mais imersiva.

A peça central é Hiroshi Yamauchi, dono da Nintendo Co. Ltd., quem tirou a empresa do ramo dos brinquedos e a colocou no mercado dos videogames. Vários episódios de sua vida são contados: as melhores escolhas e os maiores erros cometidos; sua dedicação à Nintendo e sufocos para vencer os concorrentes. Além de Yamauchi e sua família, outras pessoas têm muito destaque no decorrer da história, como Shigeru Miyamoto, cujo trabalho fez a empresa crescer estonteantemente.

A imersão é grande. Em muitos momentos, o leitor pode se surpreender e até mesmo ficar emocionado – no caso dos amantes do videogame. A situação em que Miyamoto teve a oportunidade de criar um jogo é um bom exemplo disso. Ele era um aprendiz na Nintendo e foi escolhido porque “os bons” estavam ocupados demais com os trabalhos “realmente importantes”:

Então, Arakawa ligou para Yoko no Japão e pediu-lhe que voltasse, para ajudar na mudança. Ela embarcou no primeiro vôo e logo o casal encontrava uma bela moradia de quatro dormitórios num terreno enorme em Bellevue, junto ao Lago Washington. Uma transportadora se encarregou de transferir a mobília e as roupas de Nova York para a Costa Oeste.
No Japão, Yamauchi consultou rapidamente os grupos P&D e constatou que os principais engenheiros e programadores estavam ocupados demais para tratar do problema de Arakawa. Considerando que os Estados Unidos representavam uma porção infinítesimal dos negócios da NCL, ele achou que não se justificava afastar um dos projetistas do trabalho.
Arakawa ouviu esses argumentos mas, desesperado, insistiu junto ao sogro até convencê-lo a destacar alguém para o projeto de urgência. Yamauchi encarregou Gunpei Yokoi de convocar o jovem aprendiz a quem mandara inventar algo.
— Mas ele não entende nada de videogames — observou
Yoko.
Yamauchi declarou que não havia mais ninguém disponível. 0 escolhido não integrava nenhum dos grupos de engenharia; não era nem engenheiro, mas tinha entusiasmo e idéias interessantes sobre como se deveriam elaborar videogames.
Quando soube disso, Arakawa explodiu de raiva. Precisava de um jogo superior para salvar o negócio e Yamauchi punha um aprendiz inexperiente para fazer o serviço! Por que o sogro o seduzira com a idéia de conquistar os Estados Unidos se pretendia sabotar a operação? Estava de mãos atadas.
— Qual o nome do aprendiz? — Arakawa limitou-se a perguntar, em voz débil.
— Shigeru Miyamoto — informou Yamauchi.

Algum tempo depois, a Nintendo of America foi salva graças ao jogo arcade Donkey Kong, primeiro projeto de Miyamoto.

Os Mestres do Jogo é um ótimo livro para quem gosta de biografias e de videogames. Por ser antigo (primeira edição em 1993), é muito raro. Mas vale a procura.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

2 Respostas to “Os Mestres do Jogo”

  1. Jhonas Says:

    não consigo jogar.

  2. GÉSNER A.F. Says:

    TENTEI ACHAR ESSE LIVRO em LIVRARiAS DE MARCA,FÍSICA e LOJA VIRTUAL, E NÃO CONSTA. TALVEZ, VOCÊ PUDESSE ME INFORMAR A EDITORA DO LIVRO…NÃO DÁ PRA LER,NA FOTO. TALVEZ EU CONSIGA PELO SITE DA EDITORA, OBRIGADO E AGUARDO ANCIOSO!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: