Gamefest 2008

by

No último sábado, dia 20 de setembro, aconteceu em São Paulo o Gamefest 2008, cujo ingresso era um quilo de alimento. O evento, que durou o dia todo, era destinado a desenvolvedores e estudantes de design de games e se focou na plataforma de desenvolvimento da Microsoft, XNA. Mas havia vários “cursos” de palestras, que iam do básico ao avançado em programação, design e mercado.

Cada participante pôde escolher um desses “cursos” e assistir a todas as palestras referentes a ele; não era permitido trocar de curso posteriormente. No cronograma, o evento começaria às 10:50h e terminaria às 19h. Houve um atraso insignificante no início e o resto correu bem.

Cheguei às 10h. Escolhi o curso de Design (“Conteúdo”) porque pensei ser o mais produtivo para mim — e foi (Já cansei de estudar programação). Eu queria ver o lado do designer, o lado de quem tem o trabalho de divertir os outros.

Primeira palestra: “Extrapolando o Game Design“, por Roger Tavares, fundador do Game Cultura. Tavares falou sobre as novas tendências de imersão no jogo, explicou para que este serve e deu dicas importantes sobre sua mecânica, tudo sempre com muito bom humor. A palestra de Tavares foi a mais divertida e gostosa de assistir. Em meio às brincadeiras, ele despejou conteúdo na nova (uma das primeiras) geração de designers brasileiros. Senti que naquela sala estavam os futuros grandes nomes do mercado de games da nossa terra. Espero estar certo.

No final da palestra, Tavares distribuiu brindes (que a organização do evento disponibilizou) para quem respondesse perguntas sobre o mercado de games mundial. A aula animada de Tavares fez o dia começar bem. Em seguida, veio o intervalo para almoço. As palestras recomeçariam às 14h. Voltei para o sexto andar do prédio da UNIP e já peguei a palestra começando. Quase não encontro cadeira disponível.

Agora era a vez de Alex Oliver comandar “Modelagem Física de Personagens“. Essa aula foi mais pesada. É um tema bem específico, mas ainda assim valeu a pena. Alex discursou sobre a necessidade de se conhecer anatomia e desenho a lápis para ser um bom modelador 3D, explicou como é o trabalho de um freelancer, deu noções de salário de modeladores (média de 5.000 para um profissional) e demonstrou um pouco da técnica de modelagem em massa construindo o esboço do rosto de um Orc em poucos minutos. No final, Alex também distribuiu brindes para quem respondesse perguntas sobre games.

Em seguida, desviei um pouco o rumo do meu curso e corri para o curso Básico de programação com XNA. Assisti a um pedaço da palestra de Bruno Evangelista sobre “XNA no Xbox 360“, depois saí do auditório e disputei algumas partidas de Guitar Hero III na sala de jogos do evento, onde havia quatro Xbox 360 para o público se distrair.

Mais tarde, a organização do evento me surpreendeu com um kit-lanche de graça, que não era um banquete, mas era algo. E logo depois do lanche vieram mais sorteios de brindes: jogos, camisas, mouses, headset etc..

É muito bom ver eventos destinados a desenvolvedores no Brasil. Isso mostra que esse mercado está realmente crescendo aqui e aos poucos vai ganhando a importância merecida.

Tags: , , , , , , , , , ,

Uma resposta to “Gamefest 2008”

  1. Gus Lanzetta Says:

    bom post, mas nem pra mencionar o almoço recheado de celebridades e insight?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: